Resumo dos investimentos da primeira temporada do Shark Tank

Foram 22 empresas investidas.

7 empresas tiveram o investimento compartilhado entre tubarões.

13 empresas venderam 50% ou mais de participação para os tubarões.

Quem mais gastou foi João Appolinário, com 11 investimentos e R$ 2,85 milhões. Ele fez também o maior investimento na Tress Cabelos, de R$ 1 milhão.

João Appolinário participou dos 3 maiores investimentos: Tress Cabelos, Gourmetzinho (R$ 600 mil dividido entre 3 tubarões) e Peter Paiva (R$ 500 mil).

Camila Farani participou de apenas 8 episódios, mas foi a segunda maior investidora, com R$ 900 mil em 5 empresas.

Sorocaba fez 4 investimentos, sendo apenas 1 sozinho (GetCook) e 3 compartilhados com outros tubarões (Gourmetzinho, Kuba e Moradigna).

Wizard fez 3 investimentos, sendo apenas 1 sozinho (Natural Science) e 2 compartilhados com outros tubarões (Goleiro de Aluguel e Moradigna).

Investimentos da primeira temporada do Shark Tank

Na primeira temporada, 22 empresas foram investidas.

  1. Gourmetzinho: 600 mil por 60% da empresa, divididos entre João, Shiba e Sorocaba.
  2. Velo: 400 mil por 50% da empresa, divididos entre Cris e Camila.
  3. M’Ana: 100 mil por 60% da empresa, divididos entre Cris e Camila.
  4. Peter Paiva: 500 mil por 50% da empresa, por João Appolinário.
  5. Futuriste: 200 mil por 25% da empresa, por Camila Farani.
  6. DDID / Enlite: 295 mil por 35% da empresa DDID, por Shiba.
  7. Egosss: 300 mil por 15% da empresa, por Camila Farani.
  8. Beleza de Farmácia: 150 mil por 35% da empresa, por Camila Farani.
  9. QG Food Truck: 180 mil por 40% da empresa, por Shiba e João.
  10. Tress Cabelos: 1 milhão por 50% da empresa, por João Appolinário.
  11. Vent7: 300 mil por 50% da empresa, por João Appolinário.
  12. GetCook: 200 mil por 30% da empresa, por Sorocaba.
  13. Goleiro de Aluguel: 250 mil por 50% da empresa, por Wizard e João.
  14. Kuba: 190 mil por 50% da empresa, por João (20%), Sorocaba (20%) e Cris (10%).
  15. Bodout: 200 mil por 50% da empresa, por Cris Arcangeli.
  16. Basma: empréstimo de 200 mil, com garantia de 60% da empresa, por Shiba.
  17. Naked: 300 mil por 35% da empresa, por Cris Arcangeli.
  18. Cartooneria: 300 mil por 50% da empresa, por João Appolinário.
  19. Natural Science: 400 mil por 50% da empresa, por Carlos Wizard.
  20. Cadeirinha Smart: 50 mil por 50% da empresa, por João Appolinário.
  21. Banho Bungee: 150 mil por 50% da empresa mãe, por João Appolinário.
  22. Moradigna: empréstimo de 300 mil para capital de giro, dividido entre os 5 tubarões (Wizard, Shiba, João, Cris e Sorocaba)

Moradigna no Shark Tank

300 mil por 10% da empresa.

Reforma de casas em estado insalubre. Reforma custa em média 4500 reais, em até 12 vezes.

A empresa não distribui lucro.

Os tubarões se juntaram para emprestar os 300 mil corrigidos por IPCA para capital de giro, 60 mil para cada um.

Banho Bungee no Shark Tank

100 mil por 40% da empresa.

Porta shampoo de silicone, de fácil instalação, sem furos.

Preço de 40 reais no Brasil e 9,99 dólares nos Estados Unidos.

O custo é de 4 reais. Vende na China por 7 reais.

Ainda não tem faturamento.

O produto é de uma empresa de desenvolvimento de produtos, dos mesmos empreendedores. Os tubarões pedem para fazer proposta para essa empresa.

Wizard e Sorocaba oferecem 100 mil por 40% e João Appolinário de 150 mil por 50%. Negócio fechado com João.

Safari no Shark Tank

480 mil por 20% da empresa.

Insetos para peixes, aves e outros animais. Quer vender para comida humana também.

Margem de 200%. Previsão de faturamento de 600 mil em 2017, com 45% de lucro operacional.

Nenhum tubarão se interessou.