Cannoli Calimano no Shark Tank

150 mil reais por 30%.

Vende cannoli para cantinas italianas.

Faturou R$ 98 mil em 2016, com 50% de lucro. Vende por até 10 reais.

Quer fazer uma loja de 10m2. Precisa faturar 24 mil para o break even da loja. Hoje fatura 8 mil.

Os tubarões experimentaram os cannolis e gostaram muito.

Nenhum tubarão se interessou, principalmente porque o empreendedor tem outro emprego.

Novo tubarão na segunda temporada

A Sony anunciou hoje Caito Maia como novo tubarão, para substituir o Sorocaba na segunda temporada. Caito é fundador da Chilli Beans.

No anúncio, Carlos Wizard não é listado entre os tubarões, talvez indicando que ele foi apenas um convidado da primeira temporada, mas não compõe o elenco fixo.

 

Inscrições para a segunda temporada do Shark Tank

A página do Shark Tank Brasil anunciou as inscrições para a segunda temporada do programa.

Empreendedores(as), aproveitem a oportunidade e se inscrevam para a 2° temporada. Marquem seus amigos(as) e façam o seu…

Posted by Shark Tank Brasil on Tuesday, February 21, 2017

As inscrições podem ser feitas pelo site do programa.

Resumo dos investimentos da primeira temporada do Shark Tank

Foram 22 empresas investidas.

7 empresas tiveram o investimento compartilhado entre tubarões.

13 empresas venderam 50% ou mais de participação para os tubarões.

Quem mais gastou foi João Appolinário, com 11 investimentos e R$ 2,85 milhões. Ele fez também o maior investimento na Tress Cabelos, de R$ 1 milhão.

João Appolinário participou dos 3 maiores investimentos: Tress Cabelos, Gourmetzinho (R$ 600 mil dividido entre 3 tubarões) e Peter Paiva (R$ 500 mil).

Camila Farani participou de apenas 8 episódios, mas foi a segunda maior investidora, com R$ 900 mil em 5 empresas.

Sorocaba fez 4 investimentos, sendo apenas 1 sozinho (GetCook) e 3 compartilhados com outros tubarões (Gourmetzinho, Kuba e Moradigna).

Wizard fez 3 investimentos, sendo apenas 1 sozinho (Natural Science) e 2 compartilhados com outros tubarões (Goleiro de Aluguel e Moradigna).

Investimentos da primeira temporada do Shark Tank

Na primeira temporada, 22 empresas foram investidas.

  1. Gourmetzinho: 600 mil por 60% da empresa, divididos entre João, Shiba e Sorocaba.
  2. Velo: 400 mil por 50% da empresa, divididos entre Cris e Camila.
  3. M’Ana: 100 mil por 60% da empresa, divididos entre Cris e Camila.
  4. Peter Paiva: 500 mil por 50% da empresa, por João Appolinário.
  5. Futuriste: 200 mil por 25% da empresa, por Camila Farani.
  6. DDID / Enlite: 295 mil por 35% da empresa DDID, por Shiba.
  7. Egosss: 300 mil por 15% da empresa, por Camila Farani.
  8. Beleza de Farmácia: 150 mil por 35% da empresa, por Camila Farani.
  9. QG Food Truck: 180 mil por 40% da empresa, por Shiba e João.
  10. Tress Cabelos: 1 milhão por 50% da empresa, por João Appolinário.
  11. Vent7: 300 mil por 50% da empresa, por João Appolinário.
  12. GetCook: 200 mil por 30% da empresa, por Sorocaba.
  13. Goleiro de Aluguel: 250 mil por 50% da empresa, por Wizard e João.
  14. Kuba: 190 mil por 50% da empresa, por João (20%), Sorocaba (20%) e Cris (10%).
  15. Bodout: 200 mil por 50% da empresa, por Cris Arcangeli.
  16. Basma: empréstimo de 200 mil, com garantia de 60% da empresa, por Shiba.
  17. Naked: 300 mil por 35% da empresa, por Cris Arcangeli.
  18. Cartooneria: 300 mil por 50% da empresa, por João Appolinário.
  19. Natural Science: 400 mil por 50% da empresa, por Carlos Wizard.
  20. Cadeirinha Smart: 50 mil por 50% da empresa, por João Appolinário.
  21. Banho Bungee: 150 mil por 50% da empresa mãe, por João Appolinário.
  22. Moradigna: empréstimo de 300 mil para capital de giro, dividido entre os 5 tubarões (Wizard, Shiba, João, Cris e Sorocaba)